sábado, 25 de março de 2017

Sobre o livro #12: Hibisco Roxo - Chimamanda Ngozi Adichie


SINOPSE: Protagonista e narradora de Hibisco roxo, a adolescente Kambili mostra como a religiosidade extremamente “branca” e católica de seu pai, Eugene, famoso industrial nigeriano, inferniza e destrói lentamente a vida de toda a família. O pavor de Eugene às tradições primitivas do povo nigeriano é tamanho que ele chega a rejeitar o pai, contador de histórias encantador, e a irmã, professora universitária esclarecida, temendo o inferno. Mas, apesar de sua clara violência e opressão, Eugene é benfeitor dos pobres e, estranhamente, apoia o jornal mais pro-gressista do país. Durante uma temporada na casa de sua tia, Kambili acaba se apaixonando por um padre que é obrigado a deixar a Nigéria, por falta de segurança e de perspectiva de futuro. Enquanto narra as aventuras e desventuras de Kambili e de sua família, o romance também apresenta um retrato contundente e original da Nigéria atual, mostrando os remanescentes invasivos da colonização tanto no próprio país, como, certamente, também no resto do continente.   
               
MINHA OPINIÃO: Chimamanda definitivamente sabe escrever um bom livro. Suas histórias e a forma que ela escreve me deixa encantada. Quero ser ela quando crescer kkk
     Hibisco Roxo é um livro forte e conta bastante a história da Nigéria. Não é um livro leve, pois tem uma carga emocional muito grande, mas a escrita é super simples e não apresenta dificuldades. Em 328 páginas Chimamanda consegue falar de preconceito racial, intolerância religiosa, relacionamentos abusivos, imperialismo, política, cultura. Enfim, você tem alguma dúvida de que esse livro é bom?
     Essa obra nos apresenta uma protagonista frágil e ingênua que com o decorrer do tempo se transforma. Kambili passa por coisas terriveis nas mãos do próprio pai e essa situação é bastante conflitante, pois o pai a ama muito, mas, ao mesmo tempo, é muito autoritario e rígido com os filhos e faz certas coisas achando que está fazendo o melhor para eles, mas não está. E Kambili ama muito o pai, porém nutre por ele um sentimento de ódio. E esse conflito com a familia é muito triste e trás um sentimento de angústia.
     Hibisco roxo nos traz reflexões profundas que talvez eu não seja capaz de fazê-las agora, pois ainda penso muito nessa história. Terminei essa leitura no dia 01/03/2017 e só agora consegui escrever um pouco das minha impressões sobre ele.
      Se você tiver a oportunidade de ler esse livro leia, pois ele é incrível. Entrou para minha lista de livros favoritos da vida.
     Hibisco roxo é o livro que me comprometi ler em fevereiro. No post 12 livros para 2017 tem a lista completa dos livros que pretendo ler esse ano.

__________________________________________________________________________________________

 Espero muito que vocês tenham gostado do post!
Nos acompanhem no Instagram (@Literalmentelendo) para ficar por dentro de todas as dicas de livros.

 Até a próxima! 

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

GRAMMY 2017: Looks dos famosos

Ooooi minhas lindas! Tudo bom?

Ontem (12/02) aconteceu o Grammy Awards 2017. O Grammy Award é o maior prêmio da indústria musical mundial (considerado o Oscar da música) e é um evento que acontece anualmente. Como qualquer outro evento grandioso, no Grammy também teve um tapete vermelho onde passou vários famosos. Hoje decidi vim aqui e mostrar pra vocês os looks de alguns famosos que passaram pelo tapete vermelho ontem no Grammy.

Olha a Selena beeem Kardashian. Eu amei esse vestido dela!
 Gaga sempre causando, RiRi ocupou duas cadeiras por causa da saia e J.Lo bem poderosa com decote e fenda.

O que é esse vestido da Solange?

Essa aí apostou no curtinho (curtinho demais). Se levantasse os braços o vestido viraria uma blusa kkkkkkk

Agora vamos à sessão RAINHA!

Look da Rainha na apresentação de ontem, que aliás foi linda <3 
ESSA FAMÍLIA <3
Rainha na performance de ontem
RAINHA DO MUNDO! 

Esses foram alguns looks que decidi mostrar pra vocês, não tem todos aqui porque né, o post ia ficar gigante. Mas eu espero MUITO que vocês tenham gostado, meus amores!

Um suuuper beijão! Fiquem com Deus <3

sábado, 4 de fevereiro de 2017

Sobre o livro #11: O sorriso da hiena - Gustavo Ávila

SINOPSE: Atormentado por achar que não faz o suficiente para tornar o mundo um lugar melhor, William, um respeitável psicólogo infantil, tem a chance de realizar um estudo que pode ajudar a entender o desenvolvimento da maldade humana. Porém, a proposta feita pelo misterioso David coloca o psicólogo diante de um complexo dilema moral. Para saber se é uma pessoa má por ter presenciado o brutal assassinato dos seus pais quando tinha apenas oito anos, David planeja repetir com outras famílias o mesmo que aconteceu com a dele, dando a William a chance de acompanhar o crescimento das crianças órfãs e descobrir a influência desse trauma na vida delas. Até onde ele será capaz de ir? É possível justificar o mal quando há a intenção de fazer o bem?
MINHA OPINIÃO: Esse livro tem muitas reviravoltas e é muito surpreendente. É o primeiro livro do gênero policial que leio e amei muito, mas devo dizer que sou muito medrosa e até tive pesadelo por causa dele. Se você for é uma pessoa que gosta desse gênero eu recomendo, mas se você é uma pessoa medrosa, assim como eu, recomendo também, pois esse livro merece ser lido por todos. A escrita é muito simples e os capítulos são curtos. E o final do livro explodiu minha cabeça. A história é muito bem construída e faz com que você não queira largar o livro.
      O autor Gustavo Ávila lançou essa obra de forma independente em 2015, mas os direitos do livro já foram comprados pela Verus Editora e está previsto para ser lançado ainda esse ano. A Globo também viu o potencial incrível dessa história e comprou os direitos de adaptação. Então vamos só esperar o lacre que vai ser.
      O sorriso da hiena é o livro que me comprometi a ler em janeiro. No post 12 livros para 2017 tem a lista completa dos livros que pretendo ler esse ano.

__________________________________________________________________________________________

 Espero muito que vocês tenham gostado do post!
Nos acompanhem no Instagram (@Literalmentelendo) para ficar por dentro de todas as dicas de livros.

 Até a próxima! 











quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

#PegaAPipoca: Estrelas Além do Tempo

Ooooi minhas lindas! Tudo bom? 

Hoje vamos falar sobre um filme incrível que estreia hoje (02/02) em todos os cinemas do Brasil: Estrelas Além do Tempo.
Eu tive a honra de assistir esse filme numa pré exclusiva à convite da Nicolly Forte do blog Mundo Feminice e do Espaço Z

O filme é baseado em uma história real de três mulheres negras que trabalhavam na NASA no cargo intitulado de "computadores humanos": "mulheres afro-descendentes especialistas em fazer cálculos complexos recrutadas pela incipiente indústria aeronáutica norte-americana durante a II Guerra para suprir a falta de mão de obra especializada". 

SINOPSE: 1961. Em plena Guerra Fria, Estados Unidos e União Soviética disputam a supremacia na corrida espacial ao mesmo tempo em que a sociedade norte-americana lida com uma profunda cisão racial, entre brancos e negros. Tal situação é refletida também na NASA, onde um grupo de funcionárias negras é obrigada a trabalhar a parte. É lá que estão Katherine Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughn (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monáe), grandes amigas que, além de provar sua competência dia após dia, precisam lidar com o preconceito arraigado para que consigam ascender na hierarquia da NASA. 

Durante boa parte do filme, enquanto eu o assistia, subia aquela tristeza e indignação por ver a triste realidade que era naquela época em relação às "pessoas de cor". Negros não podiam comer a mesma comida dos brancos, nem usar o mesmo banheiro dos brancos, nem ocupar cargos de pessoas brancas. Mesmo com todo o preconceito e julgamento, Katherine, Dorothy e Mary conseguiram fazer a diferença e lutaram com toda garra para conseguir ter o reconhecimento que mereciam. 

              
É um filme LINDO que todas as pessoas deviam assistir. Chorei horrores, me emocionei muito. Um filme digno de Oscar, realmente (Teve 3 indicações ao Oscar),

Espero que tenham gostado de saber um pouquinho sobre esse filme lindo <3 Já podem correr no cinema mais próximo de vocês e garantir o ingresso pra assistir esse filme INCRÍVEL.

Um super beijo, amores! Até a próxima <3 

sábado, 28 de janeiro de 2017

Sobre o livro #10: Livros lidos em 2016

      Em 2016 voltei a ler bastante, pois nos anos anteriores tinha abandonado o hábito da leitura e por isso tinha esquecido o quanto é maravilhoso ler. Espero continuar no mesmo ritmo de leitura em 2017. No post de hoje vim mostrar para vocês todos os livros que li em 2016. Foram livros muito legais e alguns deles até entraram para lista de livros favoritos que com certeza sempre vou indicar. Organizei o post por ordem de leitura. Então vamos lá para os livros

1. Inferno - Dan Brown
   Sei que tem muita gente que não gosta muito dos livros do Dan Brown, mas eu adoro. E esse livro é maravilhoso, apesar do título assustar um pouco. Acho muito legal a forma que Dan Brown escreve e faz o seu leitor se surpreender. O final desse livro me deixou de boca aberta pensando :       " Meu Deus e agora?". Se você gosta de aventura e ação eu super recomendo esse livro.






2. Contos de fadas - Perraut, Grimm, Andersen e outros

    Gente, eu adorei esse livro. Nele tem as histórias reais dos contos de fadas que rodearam a nossa infância. Devo alertar que a senhorita Disney mexeu bastante nas histórias e quando você lê o conto original você fica um tanto quanto traumatizado kkk. Mas mesmo assim amei o livro. Sempre que lia uma historinha já contava para meus amigos e a gente ficava comentando sobre ela. Muito legal a experiência de realizar essa leitura.



3. O silêncio das montanhas - Khaled Hosseini

   Adoro os livros desse autor. Acho que já li todos os livros publicados dele. O silêncio das montanhas fala de família, sacrifício e amor. Só de lembrar do enredo já dá uma vontadezinha de suar pelos olhos kkk. Mas é sério leia esse livro é maravilhoso.

Só dei 4 estrelas, pois não gostei muito do final

4. Sejamos todos feministas - Chimamanda Ngozi Adichie

   Todos deveriam ler esse livro ia diminuir
 bastante o tanto de atrocidades que são feitas e ditas contra as mulheres. Já tem resenha dele aqui e é sem dúvida o texto que mais amo desse blog. Se você é uma pessoa amargurada e tem preconceito no seu coraçãozinho vá ler esse livro. Ele é super curtinho e vale muito a pena. Amo esse livro e ele é bastante esclarecedor. Faça um favor a si leia esse livro.



5. A menina que roubava livros - Markus Zusak

   Sempre me recomendaram muito esse livro, mas tinha muita preguiça de lê-lo. Em 2016 resolvi dar uma chance para ele e não me arrependi. Esse livro é muito emocionante e lindo. Se você gosta de ler sobre a segunda guerra mundial super recomendo essa leitura.




6. Carcereiros - Drauzio Varella

    Adoro livros que falam sobre questões sociais e esse livro traz um tema que está sendo muito discutido no Brasil que é o sistema carcerário. Diferente do livro Carandiru ( que eu deveria ter lido primeiro, mas não li por motivos de ser muito caro) Carcereiros foca mais nos relatos desses homens que muitas vezes são vistos pela a sociedade tão criminosos como aqueles que estão presos. Amei essa obra e com certeza entrou para a minha lista de livros favoritos da vida.



7. Extraordinário - R.J Palacio
    Extraordinário é um livro muito bom para ler depois daquele livro um pouco mais denso e foi isso que fiz. Aqui no blog tem resenha onde falo um pouco mais sobre ele.









8. Estação Carandiru - Drauzio Varella

  Esse livro é maravilhoso. Drauzio traz sua vivencia e relatos dos presos do Carandiru. É escrito de uma forma simples, mas que não tira a magnitude do livro. Aqui no blog também tem resenha dele lá dou mais detalhes dessa obra.


9. A revolução dos bichos - George Orwell

  Esse livro me fez refletir bastante. Apesar de ter sido escrito há muitos anos ele é super atual. Eu consegui enxergar todo o sofrimento daqueles bichinhos e me lembrou bastante o que nós passamos hoje em dia. Tem uma frase desse livro que me marcou bastante " Todos somos iguais, mas uns são mais iguais que os outros".




10. O dragão de gelo - George R.R Martin

   Gostei desse livro foi uma leitura bem simples, afinal de contas é uma obra infanto-juvenil, mas é super bem escrita e tem ilustrações lindas. Aqui no blog tem resenha. Se ficou interessado dá uma olhada, afinal o autor é grande destruidor de nossos corações George R.R Martin.







11. O diário de Anne Frank - Anne Frank

  Esse livro foi uma reeleitura e foi incrível reviver essa história. O diário de Anne Frank é muito comovente e especial. Também tem resenha dele aqui. Se você não conhece essa história ( que eu duvido um pouco) dá uma olhada no post.








12. O sol é para todos - Harper Lee

  Adorei esse livro. Fala sobre racismo e injustiça. É uma obra escrita de forma simples, mas é cheia de conteúdo. Leia esse livro ele vai fazer você refletir bastante.









13. Como conversar com um fascista? - Márcia Tiburi

  Esse é um livro chatinho, porém necessário. Em tempos como esse que vivemos é essencial o diálogo, mas como dialogar com alguém que foge e/ou não sabe dialogar? Como falar com pessoas que só usam discursos prontos e que não fazem a menor reflexão daquilo que falam? É essa a reflexão que esse livro nos traz. Recomendo muito esse livro para quem quer, assim como eu, tentar compreender a sociedade em que vivemos.





14. Fiquei com seu número - Sophie Kinsella

      Gostei do livro, mas alguns pontos me incomodam nesse tipo de história como por exemplo a forma que geralmente as mulheres são retratadas. Fiz resenha dele vai lá dá uma olhada.








15. Desventuras em série - Mau começo - Lemony Snicket

  Essa série é muito divertida e trágica. O autor tem muita criatividade e isso deixa o livro muito legal. Acho muito interessante a forma que o autor escreveu essa história, pois no decorrer dos fatos o narrador fica conversando com o leitor. Essa série é denominada infanto-juvenil, mas eu diria que é um livro para todos os públicos.







16. Put some farofa - Gregório Duvivier
   Eu estava muita ansiosa para ler esse livro, mas devo dizer que ele me decepcionou um pouco. Gostei do livro, mas estava com a expectativa muito alta em relação a ele. Gregório escreve muito bem tem textos engraçados e que nos faz refletir, mas não gostei que alguns textos são as esquetes que ele escreveu para o porta dos fundos.







17. As cinco pessoas que você encontra no céu - Mitch Albom
 
   Esse é um livro leve e fácil de ler. Tem uma história emocionante e bem reflexiva em relação a vida.









18. 1968 - Eles só queriam mudar o mundo - Ernesto Soto e Regina Zappa

    Esse livro é organizado mês a mês as histórias, letras de músicas e filmes que fizeram parte desse ano que foi muito importante para história mundial. Adorei fazer essa reeleitura. Se você também gosta de história eu recomendo muito esse livro.








19. Desventuras em série - Sala dos répteis - Lemony Snicket

   Essa é mais uma das desventuras dos orfãos Baudelaire. Dessa vez as crianças vão conhecer o tio Monty que é um amor com elas, mas como sempre algo vai atrapalhar a vida de todos. Adorei esse livro. Recomendo você a começar a ler essa série tenho certeza que não vai se arrepender.










__________________________________________________________________________________________

 Espero muito que vocês tenham gostado do post!
Nos acompanhem no Instagram (@Literalmentelendo) para ficar por dentro de todas as dicas de livros.

 Até a próxima!